Seja Empreendedor

Seja Empreendedor
Livro Digital

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ADMINISTRAÇÃO, 45 ANOS

"Qualquer coisa que aconteça
Acontecerá para o seu bem;
O que está acontecendo,
Está acontecendo para o seu bem;
O que vai acontecer,
Também acontecerá para o bem
"
Bhagavad Gita

Hoje é um dia especial. Por isso não vou falar de técnicas, princípios e teorias de administração. Apenas vou postar idéias que penso sejam próprias para reflexões nesta data.

Amigos e Colegas Administradores:

Hoje não tenho muitos motivos para comemoração, mas apenas para reflexão e alerta sobre os cenários (possíveis e não possíveis) de ocorrer para os próximos cinco a dez anos. Sei que estou falando de algo óbvio. Mas, está justamente na nossa deficiência de percepção de detalhes (e o óbvio é apenas um detalhe) que nos deixamos levar pelas correntes ideológicas medíocres que estão assolando o país e o continente.

Como agentes de mudança, uma das nossas tarefas é o exame e o diagnóstico do estado de coisas que está operando dentro e fora de nossas organizações e, em especial, de nossa organização mental que vive presa (em muitos casos) aos modelos de ontem.

Acredito que já temos um bom plantel de administradores caminhando para um nível de maturidade significativo, visto que estamos há 45 anos de vantagem sobre as questões administrativas. Isto é importante e deve ser levado em conta nos momentos em que temos de tomar e implementar decisões.

Decidir em um país instável não é fácil e nestes 45 anos tivemos alguns exemplos interessantes de como não administrar um negócio, uma cidade, um país em situações críticas ou adversas sem levar seriamente em consideração os cenários críticos e adversos para permanecer em zonas de conforto que não agregam valor à vida, aos negócios, às pessoas e ao país.

Se Administrar é Mudar devemos fazer algumas reflexões, agora, sobre nossas próprias mudanças, administrando nossos conhecimentos, nossos comportamentos, nossas necessidades de sucesso.

Devemos estar conscientes de que estamos vivendo um mundo de novas e interessantes ideologias e que aquelas que ficaram lá nos muros da vergonha já não são mais agregadoras de valor e nem de vida.

Se desejamos um mundo melhor, mais educado, menos violento, menos corrupto, mais ético e moralizado, um mundo ganha-ganha em nossas comunidades, em nossas organizações e em nosso país, devemos pelo menos começar ou recomeçar uma nova década voltada para o desenvolvimento e não para uma (falsa) estabilidade negativa.

Acredito na Administração Consciente e Integral e nos Administradores verdadeiramente profissionais, por isso acredito que iremos promover as mudanças que todos anseiam a partir de agora, apesar das aberrações ideológicas que ainda estão vagando pelos quatro cantos deste país.